Doação de leite Materno



Foto: Ministério da Saúde

Na semana do dia das mães eu refleti muito sobre todas as minhas experiências desse ano de maternidade. E decidi fazer uma série de posts sobre elas no mês de maio. Quem sabe ajudo outras mamães.

Um que tinha ficado para o final era o da doação de leite. Não por ser menos importante, mas por que eu queria primeiro contar outras experiências que culminavam nessa. Mas como essa semana soube que dia 19 de maio é o dia Nacional de doação de leite materno senti que era o momento. Quis apoiar essa iniciativa do Ministério da Saúde falando de mãe pra mãe.

Como comecei a doar:

Quando eu estava na maternidade e meu leite desceu meu peito ficou MUITO cheio. E eu precisei da ajuda da enfermeira do Banco de Leite para me ensinar a fazer massagem para "desempedrar" e a tirar um pouco de leite para esvaziar a mama e aliviar a dor já que o Davi não dava conta de mamar tudo. Ela me disse "você tem leite pra dois. Se depois você quiser doar você vai poder." A minha resposta foi imediata: "claro que eu quero". E eu já saí dali com o cadastro feito.

Foi muito simples. Eu preenchi o cadastro, entreguei cópia dos meus exames de sangue e eles me deram dois frascos para coletar o leite. Aqui onde eu moro uma das enfermeiras passa nas casas uma vez por semana coletando o leite então é bem tranquilo. Você só precisa fazer mesmo a sua parte.

Como foi pra mim na prática:

Na prática foi muito simples por que realmente eu tinha muito leite e muitas vezes eu precisava esvaziar a mama pra evitar a mastite e para aliviar a dor. Então eu tinha que tirar leite fosse pra doar ou fosse pra jogar fora. Então, CLARO, que eu tirava com todo o cuidado do mundo e congelava. Algumas vezes não consegui tirar o suficiente para encher dois potes. Outras nem pra encher um só. Teve ocasião que precisei usar o leite pra dar para meu filho então também não pude doar. Então eu não consegui doar com toda a frequência e quantidade que eu gostaria mas eu doei tudo o que eu pude. E acho que isso é o que importa

No começo eu não tinha bombinha elétrica de leite. Então tirava manualmente ou com a bombinha manual mesmo. Por isso acabava sendo pouca a quantidade. Quando eu comprei a elétrica vi a grande diferença e me arrependi de não ter comprado antes. Por que eu teria ajudado muito mais gente. Comprei por que o Davi ia começar na creche e eu precisava garantir um estoque grande pra ele.

Na doação de leite pouco é muito


Foto: Campanha de doação de leite materno 2017

Um dia, pouco antes de voltar ao trabalho depois da licença maternidade a diarista viu que eu tinha leite congelado e me perguntou se era para a doação. Quando eu disse que sim ela me contou que o filho dela precisou ficar na UTI neonatal e que ele tomava 2 ml de leite cada vez... Isso mesmo 2 MILILITROS DE LEITE. É tãaaao pouco! Eu só pensei em quantas vezes eu tinha jogado fora 7 ou até 10 ml de leite por que achei que não valia a pena guardar tão pouquinho. E nesse momento percebi que 2 ml pra mim não era nada mas para muitos bebês pré-maturos era tudo o que eles precisavam.

Foi uma pena que ela tenha me dito isso quando minha produção de leite já tinha se ajustado às necessidades do Davi e quando eu tinha que armazenar leite para ele então não sobrava muito pros amiguinhos.Fora que eu já estava voltando ao trabalho. Mesmo assim depois disso eu consegui encher 1 litro e levar no banco de leite. Eu entrei lá tão feliz por que pensei em quantos bebezinhos eu poderia estar ajudando. Em como eu gostaria que alguém tivesse feito isso se fosse meu filho nessa situação.

Com certeza depois dessa experiência se eu tiver outro filho e tiver essa oportunidade meu esforço será redobrado.

Então, mamãe. Se você sente em seu coração esse desejo e tem essa possibilidade. Vá fundo. Você está fazendo um bem enorme para muitas crianças e, por que não dizer, pra você mesma. Por que é um carinho no seu próprio coração saber que você pode estar ajudando um pré-maturo a crescer e se desenvolver mais saudável.


#doaçãodeleitematerno #campanhanacionaldedoaçãodeleitematerno #doeleite

Categorias: