Como utilizar o planner?

Atualizado: 30 de jan. de 2020



Foto: iheartplanners.com

Planner pra cá. Planner pra lá... Você já deve ter ouvido falar muito dele nesses últimos dias já que estamos iniciando um novo ano. Mas pouco se fala de qual é a diferença dele para uma agenda comum e como utilizá-lo. ‎ Talvez você já tenha comprado ou feito o seu próprio planner Então para que ele realmente ajude você a aproveitar melhor o seu tempo e organizar os diferentes aspectos da sua vida eu escrevi com muito carinho esse post. Nele vou dar umas dicas de como usar o planner para que ele seja uma ferramenta super eficaz para você fazer render seu tempo.

O que é o planner?

O Planner está em alta. Tenho visto vários modelos, formatos, tutoriais. Download gratuito, vendas on line, personalizados, etc.

Ele nada mais é que uma agenda ainda mais completa e prática. Com aspectos que as agendas tradicionais não costumam ter e que abrangem todos os campos da nossa vida: trabalho, estudos, economia, viagens, hobbies, leitura, etc. Eles muitas vezes são personalizados. Assim você pode escolher exatamente como quer o seu.

Mas corremos o risco dele virar aquela agenda fofa que tínhamos quando eramos adolescentes. Cheia de adesivos e cores mas sem uma utilidade real para a organização do tempo. Então para não corrermos esse risco eu preparei esse passo a passo para vocês.

PLANEJAMENTO ANUAL

1. Estabelecer metas:

Estamos começando o ano então esse é o momento! Estabeleça seus objetivos anuais nos diferentes campos da sua vida. Algo concreto e realizável e que você possa medir. Isso ajudará a guiar suas ações durante o ano.

Por exemplo:

Pessoal: emagrecer 5 kg de forma saudável

Meios: procurar uma nutricionista e fazer exercício 3 vezes por semana

2. Fazer o orçamento:

Não se esqueça de fazer um orçamento anual também para saber em que e quanto poderá gastar por ano e por mês. Se você fez do ano passado analise como foi e reajuste.

Você pode utilizar planilhas ou aplicativos. Já falei isso nesse post:

3. Anotar as datas importantes no calendário:

Como eu uso o calendário on line eu só acrescento coisas que mudam no ano (casamentos, recessos municipais, etc) por que o resto já está marcado mas esse é o momento de colocar feriados, férias, aniversário, viagens, etc.

Resumindo:


PLANEJAMENTO MENSAL

Para o planejamento mensal é importante você ter um calendário. Seja ele impresso ou na nuvem. Mas ele precisa estar abertinho na sua frente. Eu uso o Google agenda por que me ajuda ter a visão geral e ainda me dá os alertas. Foi a única coisa do planner que não me adaptei impresso então esse ano nem me dei ao trabalho de fazer.

1. Fazer o balanço do mês anterior: o que você tinha planejado, o que conseguiu fazer e o que ficou faltando

2. Estabelecer objetivos por área:

Proponha-se objetivos a curto prazo e seja realista.

3. Fazer a to do list:

Para que ela funcione é importante que você acrescente o que faltou do mês passado e vá área por área tentando pensar da maneira mais exaustiva possível para que nada fique de fora nesse momento.


to do mensal


to do list

4. Classificar por prioridades:

Eu utilizo legenda:

AA para importante e urgente

A para importante não urgente

B para necessário mas não urgente

C para coisas que quero fazer mas podem ser deixadas para depois se necessário

Resumindo:


5. Distribuir os a fazeres por semana de acordo com as prioridades:

É simplesmente esvaziar seu to do list mensal no todo list semanal. Eu gosto de ter tudo na página da semana. Nas laterais eu coloco quadrinhos e aí esvazio. Dessa maneira tudo o que estava no to do list mensal já tem uma semana para ser feito.

PLANEJAMENTO SEMANAL

1. Revisar sua semana anterior e o que ficou pendente

Não se iluda! Sempre há imprevistos então a gente tem sempre que se reorganizar. Por isso é importante trabalhar por prioridades para que elas nunca fiquem pendentes.

2. Revisar a lista de a fazeres mensal

3. Definir os a fazeres da semana: inclua o que ficou da semana anterior e defina o que fará do to do list mensal

4. Definir dia e hora para cada coisa.

Tem um ditado que diz que um “quê” sem um “quando” é um nunca! E é mesmo...

Não precisa ser uma hora exata mas pelo menos um momento do dia. Antes eu colocava horário exato e vivia com tudo cronometrado. Até ser mãe! Agora eu defino minhas metas em manhã tarde e noite. (e meu planner está configurado assim)


semana

O meu planejamento vai de acordo com os horários do Davi quando: Manhã geralmente é o que faço antes dele acordar, tarde o que faço até ele dormir (ou quando ele tira a soneca da tarde) e noite o que faço depois.

Resumindo:


PLANEJAMENTO DIÁRIO

Isso é MUITO importante. Eu diria que a chave para o sucesso e para a serenidade. É aqui que você vai garantir que sejam feitas suas prioridades que vai tomar a decisão do que fica para depois.

Inclusive nas férias isso é importante. Eu dei uma vacilada em uma semana de férias e quase surtei por que as coisas se acumularam e eu não sabia quando ia fazer cada uma delas.

1. Revisar o dia anterior:

Eu marco com um tic verde o que foi feito e um x vermelho o que faltou.

2. Acomodar o que ficou pendente:

Ver onde dá para encaixar se no dia de hoje ou outro dia.

3. Definir os a fazeres e objetivos do seu dia

Aqui é só reacomodar. Às vezes você tinha um ítem de classificação C para fazer mas ficou pendente do dia anterior um de classificação A. Então basta tirar o C e colocar o A no lugar.

Resumindo:


IMPORTÂNCIA DE TEMPOS CORINGA

Isso é chave. Lembre-se que sempre haverá imprevistos. Ou você pode calcular mal o tempo que precisava para alguma coisa. Esse post mesmo eu achei que escreveria em 1 hora e lá se vão 3! Por que eu escrevi, revisei, voltei a revisar. Aí arrumei meu planner. Tive novas ideias. Etc. Então eu invadi o tempo para outro post… Agora preciso reorganizar. Ainda bem que deixei tempo coringa né?

#planner #agenda #todolist #planejamento #organizaçãodotempo #organizaçãopessoal #dicasdeorganização