Terríveis... E MARAVILHOSOS 2 anos


Para as mamães que - como eu - viam os dois aninhos chegar com certo pavor do tal Terrible Two deixa eu contar um segredo: são terríveis SIM. MAS também são maravilhosos.


Foto: healthymummy.com

O Davi sempre foi uma criança muito ativa mas de certa maneira tranquila de lidar. Em geral muito obediente e disciplinada. Os dois anos chegaram e aparentemente nada aconteceu. Até que um dia com uns 2 anos e 1 mês parecia que ele tinha sido possuído. Aprendeu a linda palavrinha NÃO. E dizia para tudo.

Vou contar pra vocês que muitas vezes tenho que contar até 1000 para não explodir. E muitas vezes saio de perto.


Do nada meu bebê tranquilo e obediente se transformou em um ser com opinião e que parecia querer me provocar e contradizer em tudo.

Sabe aquele menino mal educado que se joga no chão no mercado? Passei por isso na farmácia. Quase morri de vergonha


Teve dia que eu queria só sentar e chorar. E ainda tem. Mas sobre a parte terrível dos dois anos muita gente já fala por aí. Então só joga no google Terrible Two ou Terríveis dois e se diverte (ou chora)

Quero falar para você que os dois anos também tem um lado MA-RA-VI-LHO-SO que sei lá por que pouca gente fala dele.

Então vamos ver e focar no outro lado da moeda:

Nossos filhos começam a se comunicar melhor. A falar uma linguagem super engraçada. A cada dia descobrir uma coisa nova.


Eles começam a descobrir um novo mundo, a tentar - e muitas vezes conseguir - fazer coisas que antes não tinham coordenação para fazer.Como colocar o sapato sozinho, se vestir, subir e descer da cadeirinha...

E o que é mais maravilhoso para mim: ele começa a ter opinião, a se expressar, não apenas para coisas ruins e birras. Ele também começa a expressar mais seus sentimentos, seu carinho, suas boas preferências. A dizer se quer leite ou água. Pão com mel ou com requeijão. Começa a se mostrar um ser-humaninho" com gostos e personalidade.


Eu estou amando isso. Eu compreendi que meu bebê já não depende mais 100% de mim e que isso não é ruim. Agora ele está cada dia mais meu companheirinho. E eu preciso entender que eu não tenho mais controle perfeito de tudo. Tem coisas que preciso ceder. Tem coisas que preciso explicar. Tem coisas que preciso ensinar.

E a gente vai aprendendo a fazer isso.

Aqui para facilitar minha vida duas coisas estão sendo essenciais: rotina/disciplina e o quadro de regrinhas. Não é por que ele tem opinião que pode fazer tudo o que quer. Ele tem limites. Mas dentro desses limites ele tem possibilidades de escolha.


Gente! Desfrutem esse tempo que passa e não volta. Eu estou curtindo um montão!

Quem me segue no instagram sabe disso por que sempre coloco as peripécias dele no stories.

#TerribleTwo #Terriveisdoisanos #doisanos #filhos #Maternidade

Categorias: