A “coragem” de ter 3 filhos


Se você está pensando no terceiro filho ou tem dúvida se deve ou não se "aventurar" aqui está a experiência de uma gravidinha que pode lhe dar uma resposta.

Esse post é muito especial para mim por que é o relato de uma grande amiga - e afilhada - Mariana que acaba de descobrir que está grávida do terceiro filho e tem enfrentado a reação meio assustada de muitas pessoas diante dessa notícia.


Estou grávida do meu terceiro filho e o que eu mais escuto é “que corajosa!”.

Então resolvi escrever um pouco sobre isso e sobre outras das perguntas mais frequentes que também tenho que responder constantemente quando dou a notícia...

Sempre quis ter 3 filhos, e desde que namorava meu marido já tínhamos falado sobre isso. Ele e eu temos irmãos e sabemos o grande valor que eles têm em nossas vidas, então era certo que, no que dependesse de nós, teríamos, no mínimo, um par de filhos!

Fomos realmente agraciados: uma filha linda e quase 3 anos depois, um meninão lindo. De certa forma, ter um casal de filhos, alivia bastante a expectativa das pessoas que gostam de opinar na nossa vida, pois quando se tem 2 meninas, sempre vem a questão “Não tentarão um menino?” e vice versa.

No meu caso, fiquei na etapa da cobrança do segundo filho (que mesmo quem tem 1 só, ainda que de brincadeira, faz o comentário pra você sobre mais um herdeiro!). Agora, definitivamente, nunca ouvi nenhuma cobrança quanto ao terceiro filho. Aliás, a grande maioria das pessoas do meu meio social não tem mais do que 2 filhos.

Que Coragem!!!

E eis que eu “apareço” grávida do terceiro, o que, aos olhos de muitos, é uma insanidade no mundo de hoje! Daí vem o título do post: “Que coragem!” E como ouvi essa exclamação... na verdade, eu até entendo as pessoas que falam isso, amigos bem próximos falaram isso também... mas nunca senti que “Coragem” seria o termo mais adequado. Coragem me remete a uma motivação interior frente a algo desconhecido ou que representa perigo.

Você precisa de coragem para pular de asa delta, pra enfrentar um animal do qual se tenha medo, pra entrar em um mar muito agitado. Agora, para ter o terceiro filho, quando você já sabe o que te espera (breves exemplos: noites mal dormidas, choro de cólica, atualmente bastante enjôo...) não é coragem, é disposição, é amor à vida, é a alegria de ver a casa cheia, mesmo que isso implique em certo sacrifício.


Quando vejo meus filhos acariciando minha barriga e já idealizando o bebê, sinto tanto amor que compensa qualquer esforço!

Foi Planejado?

Outra pergunta muito frequente é: “foi planejado?”, respondo com meu melhor entusiasmo: “Foi muito desejado!”, aí a maioria já percebe que não fez boa pergunta... sinceramente, que diferença faz pra outra pessoa saber se meu filho foi ou não planejado?! Mostra muito do que vivemos hoje: o controle de tudo! Achamos que podemos controlar nossos passos, nossa direção, nossos desígnios; mas realmente a vinda do meu terceiro filho me deu a grande lição de que o controle real de tudo é de Deus!

Quando Ele quer, tudo se dá... mesmo quando você não sabe bem o como nem onde dará... nosso terceiro filho de fato não foi “planejadinho” como foram os outros dois. Mas não temos dúvida de que foi um grande presente pra toda a família.


Já tínhamos, meu marido e eu, retomado as conversas sobre o terceirinho. Tínhamos mesmo um “deadline” de resolução até o próximo ano. Mas nossa abertura à vida fez com que ganhássemos a resposta de Deus do quanto Ele já queria esse nosso filho na família... Ele decidiu por nós... e jamais hesitamos em acolher com amor! Dessa forma, aprendemos com mais força a colocar tudo nas mãos da Providência Divina. Pois algumas das respostas sobre como conseguiremos bancar, para três filhos, boa educação e todos os cursos extra curriculares, que parecem ser exigência para as crianças de hoje em dia, sinceramente ainda não sabemos responder. Mas isso não nos apavora! Já está no evangelho: “a cada dia basta o seu cuidado” (Mt 6, 34).

E para os céticos que praticamente te criticam por “colocar mais uma criança nesse mundo tão louco”, eu respondo que é exatamente visando melhorar o mundo que lhe entregaremos bons filhos, para serem os futuros transformadores dessa realidade!”. As crianças são a esperança, pois a nossa geração já não conseguiu...

Reação dos filhos

Meus filhos estão radiantes com a expectativa da chegada de um bebezinho... aí vemos que não há melhor presente para os filhos que irmãos!

Então, concluo dizendo: não sou corajosa, sou apenas mãe de 3 filhos amados, lindos, presentes de Deus, e que me esforço por lhes proporcionar o melhor nos cuidados e carinho no dia a dia. É verdade que nem sempre é tranquilo (ainda mais sendo eles pequenos ainda!), mas que é maravilhoso vê-los felizes, ah isso não tem preço!

Mariana Marra é engenheira de produção, trabalha em uma empresa pública e cuida dos filhos em todo o momento que pode.

#Terceirofilho #planejarfilhos #filhonãoplanejado

Categorias: