Amamentação: do nascimento aos 2 anos

Convidei minha cunhada Nathalia para contar para vocês como foi a experiência dela de amamentação. Ela já apareceu por aqui contando seu relato de parto natural. Agora ela pode contribuir conosco contando sua experiência de mamãe de dois que amamentou desde o momento do nascimento até os 2 anos.





Sou Nathalia, tenho 36 anos,sou casada com o Rafael e mãe da Giovanna, de 5 anos, e do Breno, de 1 ano e 7 meses. Tive a felicidade e a satisfação de conseguir amamentar meus dois filhos logo depois que nasceram. Os dois nasceram de parto natural e vieram logo para o meu colo, com isso podemos desfrutar com calma e todo o amor da chamada “Golden hour”, a hora de ouro da amamentação, que ocorre imediatamente após o nascimento, quando acontece o primeiro contato pele a pele da mãe com o seu bebê e ele fica a vontade para buscar a sua primeira mamada.


Digo satisfação, pois sei que estes momentos foram privilégio que muitas mães não conseguem ter com seu bebê e eu os esperava ansiosamente desde a gravidez.





Minha primeira filha mamou até os 2 anos e 1 mês, sempre em livre demanda e sem grandes problemas técnicos. No início, tive fissuras no mamilo que não me impediram de continuar amamentando e que logo melhoram com a correção da pega.


A amamentação se tornou um ato natural e tranquilo para mim. Neste período de amamentação tivemos alguns contratempos com relação à saúde da Giovanna.


Logo no primeiro mês de vida dela descobrimos a alergia à proteína do leite de vaca (APLV) e que eu teria que fazer uma dieta muito restritiva se eu quisesse continuar amamentando (sabendo que o leite materno era a melhor opção para a minha filha). Mas este é um assunto para outro post, certo?


Acertar a dieta e seguir firme com a amamentação foi o momento mais difícil para mim. Isso era essencial para que minha filha não sofresse com os sintomas da alergia. Quando ela completou dois anos eu resolvi iniciar o desmame.


O meu segundo filho tem 1 ano e quase 8 meses e ainda mama. Sempre mamou em livre demanda, sem nenhum problema com a pega. Desde o início apresentou ótimo ganho de peso e vem se desenvolvendo muito bem.





Mesmo passando o dia na creche, quando está comigo não quer largar o mamá, mesmo depois de bater aquele pratão de comida. Sonho que ele faça o desmame natural depois dos dois anos. Veremos...


Eu não tive problemas fisiológicos com a descida ou produção de leite, pelo contrário: quanto mais meus filhos mamam, mais leite eu produzo, assim como a ciência explica. Mas a amamentação nem sempre foi fácil pra mim na questão psicológica. Principalmente depois da minha necessidade de restrição alimentar devido à alergia da minha filha. Reconhecer as minhas fraquezas, superar os desafios e persistir na amamentação para que os meus filhos recebessem o melhor leite, que é o leite materno, é o que há de mais gratificante pra mim.




 

#aleitamentomaterno #amamentação #SMAM #SMAM2019 #WABA #WABA2019 #semanadaamamentação #semanadaamamentação2019 #maternidade #recemnascido #pega #pegacorreta #leitematerno #vida #viverpravaler

Categorias: