O Que você faz no dia das crianças?


É até difícil saber por onde começar esse post. Há alguns anos tive oportunidade de ajudar na festa do dia das crianças da Nilda. Na época ela trabalhava como diarista na casa da minha mãe. Nós a conhecemos há muitos anos pois a mãe dela era minha babá rs. A Nilda é uma pessoa muito especial e guerreira. E uma das coisas mais lindas que eu já vi alguém fazer pelos demais é essa festa de dia das crianças. Por isso eu fiz uma entrevista com ela.

E deixo aqui o convite para que você também ajude seja como voluntário ou doando brinquedos ou guloseimas pra criançada. Por acaso quando entrei em contato com ela soube que esse ano ela teve um problema pessoal e que a festa ficou prejudicada. Ela não sabe como vai fazer pra organizar esse ano. Por que está sem recursos. Quem sabe depois desse post se cada um ajudar um pouquinho a festa desse ano - que estava correndo risco de não acontecer - pode ser a melhor de todas!


Distribuição de lanches

1. Como surgiu a ideia de fazer a festa do dia das crianças?

Eu, na época, era evangélica e meus filhos eram pequenininhos e eu ficava com pena de ver tantas crianças na rua atrás de doce e que meus filhos não poderiam pegar. Então eu resolvi fazer a festinha deles com os primos e cada ano foi crescendo. Agora é para todas as crianças.


Nilda com as crianças

2. Desde quando você faz a festa?

Essa já é a 12a festa.


3. Quem Organiza a festa com você?

Primeiro Deus que me dá forças pra trabalhar e realizar esse dia tão esperado. Praticamente sou eu sozinha. Dificilmente aparecem uma ou duas pessoas que me ajudam. A responsabilidade é minha.


Nilda levando as bolas no trem

4. O que costuma ter na festa?

Na festa tem o café da manhã que é um danone e um biscoito. Eles chegam no meu portão entre 7:30 e 8 horas. Depois dou gelatina, pipoca... até a hora do almoço. No almoço macarrão com carne moída.

Na parte da tarde tem o bolo. Junto todos eles e cantamos parabéns pra todas as crianças e no final tem o saquinho de doces.


Lanchinho para as crianças

Também tem brincadeiras: caça ao tesouro, dança da cadeira, concurso de dança, brincadeiras com balão, corrida do saco, ovo na colher, etc

5. Quem patrocina a festa? De onde saem os recursos?

Não tenho patrocinador. Quem faz a festa sou eu. Sai do meu trabalho. Passo o ano todo me organizando e economizando pra realizar esse dia tão esperado.


Brinquedos para serem distribuidos

6. Se alguém quiser ser voluntário como pode entrar em contato com você?

Podem entrar em contato comigo pelo meu telefone 21 - 976152524

7. Se alguém quiser ajudar com patrocínios ou doações como pode entrar em contato com vocês?

Podem entrar em contato comigo pelo meu telefone 21 - 976152524 ou 27814783


Doações conseguidas pelos alunos do colegio

8 . Pra quantas crianças é a festa? Qual é a faixa etária?

Entre 150 a 200 crianças. A faixa etária é de 0 a 8 anos mais ou menos.

9. A festa tem um nome?

Tem um nome sim (risos): É a Festa da Tia Nilda!

10. Onde é a festa?

A festa é onde eu moro, na rua. A gente fecha a rua e faz a festa pras crianças. Em Duque de Caxias, Pantanal.


Pula pula alugado e montado na rua

11.Quais são as dificuldades que você encontra para organizar a festa das crianças?

Graças a Deus nunca tive dificuldade por que sou trabalhadeira e corro atrás. Minha dificuldade está sendo esse ano por que tive que investir no meu terreno por causa da chuva que poderia alagar minha casa e a da minha mãe. E esse investimento ainda estou pagando. Mas creio em Deus - que a gente sabe que existe - eu espero por um milagre até o dia da festa.

12. O que te motiva a superar essas dificuldades e se manter fiel na organização da festa?

A felicidade de cada criança que chega no meu portão pra ganhar até uma bola que custa 1,99; comer um biscoito que nem sempre eles têm em casa pra comer.

Um dia na hora do almoço da festa uma criança falou pra mim que eu poderia fazer a festa todo dia assim ele iria comer carne todo dia. Então são palavras que as crianças falam pra mim no dia da festa que ficam marcadas. Quando vai chegando o mês de outubro eles me encontram na rua e vão me perguntando "vai ter festa tia Nilda?". Eu fico sem saber o que falar pra eles. Fico nesse desespero pra organizar esse dia pra eles.

E o respeito que as crianças têm por mim. Tem mãe que chega pra mim pedindo pra dar conselho pros filhos por que não escutam. Aí eu chego, dou o conselho e eles me escutam. E tem crianças minhas que hoje já são mães e estão ensinando pros filhos a tradição que tiveram comigo. O mais bonito de tudo é ver as crianças felizes saindo dali com uma sacolinha de alguma coisa na mão.


distribuição de brinquedos

13. O que você pensa e sente depois de cada festa?

É maravilhoso. Me sinto leve, renovada.

Na véspera da festa nem durmo de ansiedade.

No dia da festa eu brinco, pulo, corro. No dia seguinte não consigo nem colocar o pé no chão. Eu me sinto muito feliz. Realizada. É um sonho meu de todos os anos. Pra mim é o melhor dia da minha vida. Não tem aniversário, não tem dia das mães,... esse é o dia especial pra mim.


14. O que você diria para as pessoas que sentem vontade de ajudar aos outros e fazer felizes aos demais nem que seja por um dia?

Eu diria que é maravilhoso. Meu primeiro dia nessa festa foi muito bom. Eu sou muito de ajudar as pessoas.

Teve um dia que eu estava na rua e vi uma moça com um bebê no colo enrolado no cueiro. Eu dei minha sombrinha pra ela proteger o bebê e fui na chuva. Eu fiquei tão feliz. É tão bom fazer o bem sem olhar a quem! Uma vez que você fizer vai se sentir leve, agradecida, muito bem. Se eu pudesse eu estaria sempre ajudando alguém.

Faça e depois você vai ver o quanto é maravilhoso isso. O semblante e a felicidade da pessoa que está recebendo. Eu fico mais feliz ainda em dar que em receber.


15. Tem algum fato que te marcou ao longo desses anos durante as festas? Alguma reação de alguma criança?

Tem, tem sim. Uma vez ganhei uma bicicleta de doação bem longe da minha casa e mesmo assim fui buscar. Falei que ia dar a uma criança que fosse muito especial. Fui buscar com meus filhos que sempre me motivam. No dia da festa chamei essa menina e perguntei se ela tinha uma bicicleta que pudesse me emprestar. Ela com os olhinhos cheios de lágrima disse "tia eu não tenho bicicleta mas posso arrumar uma bicicleta emprestada pra senhora, quer?". Eu falei "não meu amor, não precisa". Eu peguei a bicicleta e dei pra ela e ela me abraçou e chorou tanto! Foi um momento mágico por que eu me vi nela. Minha infância não foi muito boa. Sempre tive o sonho de ganhar uma bicicleta e nunca ganhei. Mas eu pude dar uma.

Falta tão pouquinho! Só um milagre de Deus pra sair tudo como planejado. Mas eu não vou deixar passar em branco.

Obrigada pelas perguntas! Você me fez voltar no tempo. Gostei!

No ano que eu fui organizei com os meus alunos para irmos como voluntários. Infelizmente só foi uma aluna, um professor e a esposa. Mas nós fizemos um salão de beleza para as meninas. Olha só a felicidade delas:


Salão das Princesas manicure

Salão das princesas maquiagem



Então se você leu esse post e sentiu vontade de ajudar não deixe a vontade passar. Entre em contato com a Nilda e ajude como você puder: doando um brinquedo, fazendo um prato de comida, indo ajudar como voluntário ou até mesmo compartilhando esse post para que outros possam ajudar. Vamos fazer essa festa do dia das crianças acontecer e ser muito especial! Será dia 15 de outubro.

Contato:

Nilda 21 - 976152524 ou 27814783

Facebook: Nilda Mendes

Conta para doação: Nilda Mendes Silva - Banco do Brasil Ag 101-5 CC 3198-4, CPF 016132537-88

#diadascrianças #solidariedade #fazendoadiferença #festadiadascrianças #festacriançascarentes

Categorias: